Acompanhe o mapeamento das candidaturas feministas de Santa Catarina

Postado em 03/10/2018, 17:46

Em Santa Catarina, 31,5% das candidaturas para esta eleição são de mulheres. No estado em que 18% da população é formada por mulheres e homens negros, 87,85% das candidatas são brancas, 6,07% pardas, 4,05% pretas, 1,62% indígenas e 0,40% amarelas. Mais da metade das candidatas têm Ensino Superior completo (51,01%) e 27,13% Ensino Médio completo. Enquanto nacionalmente as estatísticas trazem outra realidade: 51,01% brancas, 34,35% pardas, 13,43% pretas, 0,53% indígenas e 0,67 amarelas.

O único estado com nome de mulher nunca foi governado por uma, tampouco registrou ao longo de sua história uma candidatura feminina competitiva ao governo. Atualmente, apenas três mulheres ocupam cadeiras legislativas. Ressaltando a importância da representatividade de mulheres na política em um estado que elege tradicionalmente homens brancos e heterossexuais, posicionados à direita, o Portal Catarinas lançou uma campanha para a visibilização das propostas de candidaturas feministas.

Nos nove questionários respondidos, foi possível observar como as postulantes aos cargos de deputada federal, deputada estadual e ao senado pretendem articular as temáticas de gênero em sua atuação política, assim como pudemos conhecer um pouco das suas histórias de vida e de luta. Sobre o perfil delas, tivemos uma mulher indígena, duas mulheres trans, duas mulheres lésbicas e uma bissexual que responderam o questionário. Todas elas se declararam brancas, o que acreditamos demonstrar que as mulheres negras encontram dificuldades ainda maiores na ocupação em cargos de poder. Acompanhe. 

 

Deputada Estadual

Carla Ayres: precisamos conquistar nossa legitimidade no voto

Janete Teixeira: criação de grupos de apoio multidisciplinar para mulheres e comunidade LGBTQ+

Ligia Moreiras: acredito mais do que tudo no poder da educação e do acesso à informação

Mariana Franco: combater o fascismo e todas as injustiças sociais que as mulheres sofrem

Sayonara de Araújo Pessoa: comprometimento das mulheres com a pauta feminista é indispensável

 

Deputada Federal

Jéssica Michels: defesa de uma política de saúde sexual e reprodutiva emancipadora

Kerexu: em defesa do ecofeminismo e de uma sociedade que promova a abundância

Luíza Bittencourt: ninguém mais nos representará a não ser nós mesmas

Senadora

Ideli Salvatti: coerência política e compromisso com um projeto libertador

 




Portal de jornalismo especializado em gênero, feminismos e direitos humanos.
Veja a coluna da Portal Catarinas