Artista gráfica: Pati Peccin.

Celebrações e despedidas no último dia do 13º Mundos de Mulheres e Fazendo Gênero 11

Postado em 04/08/2017, 11:12

Parece que foi ontem, mas já faz um ano do lançamento do Portal Catarinas. Para comemorar esses doze meses de trabalho, encontros e diálogos, a equipe do portal participa das discussões sobre “Mulheres construindo outras mídias”, parte da programação da tenda “Mundos de Mulheres”, desta sexta-feira (4). A roda de conversa começa as 15h30, com término previsto para 16h30, horário em que começa a comemoração. A programação do último dia do 13º Congresso Mundos de Mulheres e do Seminário Fazendo Gênero 11 prevê  mais de 80 simpósios temáticos e sete mesas-redondas, além das atividades nas tendas e nos centros do campus da UFSC/Florianópolis (veja abaixo).

A mística do fim do dia ficará por conta do movimento de mulheres negras. As ativistas vão partir em caminhada da tenda “Mundos de Mulheres” até o auditório Garapuvu. Será o momento em que as brasileiras farão o rito de entrega da organização do 14º Congresso Mundos de Mulheres para a delegação de Moçambique, próxima sede do evento que reúne os diversos movimentos de mulheres no mundo.

A última conferencista do MM/FG é Eleonora Menicucci. Socióloga e militante feminista, foi ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM/RP), entre 2012 e 2015. Durante o regime militar no Brasil, participou da resistência e foi presa em 1971. Eleonora também foi professora titular de saúde coletiva da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e desenvolveu pesquisas sobre a condição das mulheres brasileiras, direitos sexuais e reprodutivos, violência de gênero, aborto e políticas públicas.

A festa de encerramento do 13MM/FG11 acontece na Casa de Noca, na Lagoa da Conceição. Cores de Aidê, PAZ, a performace artística TRANSVYADAJI e discotecagem de DJ Lê Bafão serão as atrações da noite. Veja aqui a página do evento.

Confira a programação das tendas nesta sexta:

Programação Tenda Mundos de Mulheres
9h – Docência Negra feminina a partir da realização do projeto plataforma: outras Antonietas – Professoras Negras de Santa Catarina – Roda de Conversa (Aláfia Casa da Cultura) Oficina de Xirê (Aláfia Casa da Cultura)

10h30 -Mulheres Negras: luta e resistência frente aos movimentos sociais – Roda de Conversa (Movimentos Negros de Santa Catarina)

12h30 – Microfone aberto: Poesias

13h00 – Estética Negra beleza natural: o cuidado que merecemos (pele e cabelo) – Roda de Conversa “A beleza de nossos corpos negros – Mulheres” – Ensaio Fotográfico (KurimaBantu Mulheres Mudempodiro –Mulheres em Desenvolvimento e Movimentos por Direitos para Ombembwá (Paz) e Coletivo Kurima – Estudantes Negras/os da UFSC)

14h30 –  Encontro com mulheres migrantes – Roda de Conversa

15h30 – Mulheres construindo outras mídias – Roda de Conversa (Comitê pela Democratização da Comunicação – SC, Rede Mulher e Mídia, Catarinas) + aniversário do Portal Catarinas

16h30 – Canções colhidas e recolhidas por Mulheres – Apresentação cultural

18h30 – RapBatalha das Minas

19h30 – Mística das Mulheres Negras e Cerimônia de Passagem Mundos de Mulheres: Brasil – Moçambique 2020 [Trajeto Tenda-Garapuvu para encontro com todos os movimentos sociais]

Programação da Tenda da Saúde
9h – Saúde Mental das Mulheres – Roda de Conversa (Sônia Maluf – UFSC Suellen Alves – Aflorem | Debatedora: Carmen Lúcia Luiz – 2a CNSMu)

Ficha de Notificação das Violências – Roda de Conversa (Isabella Vitral – SVS/MS |Debatedora: Caroline Schweitzer – SMS)

14h – LBTfobia na Vida e na Saúde das Mulheres (Heliana Hemetério (L) – 2a CNSMu Ana Amdt (B) – UBES Kelly Vieira Meira (T) – UFSC | Debatedora: Ana Amorim – UFSC)

Ontem (3) foi dia de reforçar a visibilidade de mulheres que atuam na frente LGBTI. A organização catarinense Acontece – Arte e Política LGBT levou para o campus da UFSC o seu piquenique “LesGayBiTinique”.

LesGayBiTinique no lago da UFSC. Foto: Catarinas/Silvia Medeiros.

tenda de educação popular em saúde “Maria Theresa de Medeiros Pacheco” discutiu obesidade e gordofobia e os eixos temáticos da II Conferência Nacional de Saúde das Mulheres, que acontece em Brasília, ainda neste mês de agosto.

O auditório da reitoria ficou lotado para o debate sobre “Filosofia feminista na América Latina”. A mesa redonda, coordenada pela professora Maria de Lourdes Borges, teve como debatedora a ativista do Movimento de Trabalhadoras e Trabalhadores Sem Terra (MST), Atiliana Brunetto. As palestrantes foram as professoras e escritoras Carla Rodrigues, Marcia Tiburi e María Luisa Femenías.

A conferência da noite “Uma política feminista da ambivalência: lendo com Emma Goldman” foi ministrada pela americana Clare Hemmings, professora de Teoria Feminista na London School of Economics and Political Science e integrante do Instituto de Gênero da mesma universidade. A pesquisadora tem desenvolvido trabalhos nas áreas de epistemologia e metodologia feminista, teoria feminista, estudos transnacionais sobre sexualidade, anarquismo e o ativismo de Emma Goldman.

Confira aqui cobertura completa do 13MM e FG11 pelo Portal Catarinas.

Tags: ,