Ilustração: Amanda Brotto. Edição: Márcia Godoy

ONG Respeito em Cena e Portal Catarinas realizam ciclo de debate sobre violência psicológica

Postado em 16/03/2021, 15:50

A ONG Respeito em Cena e o Portal Catarinas convidam para o ciclo de debates sobre violência psicológica “Não é ficção! A realidade deve ser denunciada”. A ação faz parte da primeira Campanha Latino-Americana Contra a Violência Psicológica no Meio Artístico, que ocorre durante todo o mês de março, lançada pela ONG Respeito em Cena. Ao todo serão três encontros e um webinário internacional, no dia 31 de março, no qual será lançado o Código de Ética Latino-americano de Combate à Violência Psicológica para o Meio Artístico.

Com a violência psicológica no centro, cada debate será realizado a partir de uma perspectiva diferente. O primeiro, “Quando a arte imita a vida”, sobre violência psicológica no meio artístico, contará com a participação da fundadora da ONG Respeito em Cena e coordenadora e embaixadora da Campanha Latino-americana, documentarista, diretora artística e ativista Luciana Sérvulo da Cunha. Participam também a cantora, atriz, compositora baiana e embaixadora da Campanha, Mariene de Castro; e a atriz, cantora e artista plástica Vanessa Gerbelli.

O segundo encontro, “Uma abordagem da psicologia sobre a violência psicológica”, contará com Luciana Sérvulo da Cunha; a psicoterapeuta cofundadora do Mapa das Mina, Cris Vianna Amaral; e a autora do livro “Sequestradores de Alma”, a psicóloga Silvia Malamud.

O terceiro debate, “Desafios para reconhecimento jurídico da violência psicológica”, conta com Luciana Sérvulo da Cunha; e a criminalista presidenta da Comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB -SP, Priscila Pamela.

Como primeira ação da Campanha, foi lançado no início do mês de março o vídeo “Não é Ficcção” com 30 artistas da América Latina e o Manifesto “Basta de Violência Psicológica” assinado por mais de 300 artistas, trabalhadoras e trabalhadores da cultura e apoiadores de diversos setores da sociedade, como psicólogas, professoras, sociólogas, críticos de arte, médicas, entre outros setores.

O principal objetivo da campanha é fomentar na sociedade o debate sobre o que é a violência psicológica, quais seus impactos na vida profissional, pessoal e familiar das artistas (e das mulheres em geral) e como enfrentar esta situação. Nos últimos anos tivemos um aumento assustador de casos de violência contra mulheres e de feminicídios no Brasil. A ONG Respeito em Cena nasce desse chamado de urgência, até porque, no Brasil, e em muitos países da América Latina, não existem organizações, movimentos ou coletivos focados no tema da violência psicológica e desenvolvendo trabalhos de prevenção.

Além da campanha inédita, a ONG Respeito em Cena oferece atendimento psicológico e jurídico às vítimas desse tipo de violência. Também dá consultorias e desenvolve as primeiras pesquisas e produção de estatísticas sobre a violência psicológica no Brasil com a criação de um núcleo de capacitação para profissionais do Direito e professores(as). A equipe da ONG conta com advogadas, psicólogas, assistente social, relações públicas e jornalistas, além de uma rede de colaboradores(as) e profissionais renomados(as) que darão apoio e, eventualmente, consultoria para as ações.

Clique aqui para assinar o manifesto “Basta de Violência Psicológica”.

Ciclo de debates “Não é ficção! A realidade deve ser denunciada”

“Quando a arte imita a vida: a violência psicológica no meio artístico”
Quando: quarta-feira, 17/03, às 20h
Com Luciana Sérvulo da Cunha, Mariene de Castro e Vanessa Gerbelli.
Mediação: Paula Guimarães (Portal Catarinas)

“Uma abordagem da psicologia sobre a violência psicológica”
Quando: sexta-feira, 19/03, às 20h
Com Luciana Sérvulo da Cunha, Cris Vianna Amaral, e Silvia Malamud.
Mediação: Portal Catarinas.

“Desafios para reconhecimento jurídico da violência psicológica”
Quando: 24/03, quarta-feira, às 20h
Com Luciana Sérvulo da Cunha, Priscila Pamela e à confirmar.
Mediação: Portal Catarinas.