Nesta edição, a homenageada é Antonieta de Barros, escritora, jornalista, professora e primeira deputada estadual mulher e negra do Brasil. Foto: Reprodução/Catarinas.

Feminismos Negros e a Luta Antirracista são temas de curso gratuito do IEG/UFSC

Postado em 23/09/2020, 10:57

O Instituto de Estudos de Gênero (IEG/CFH), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), está com vagas abertas para  o 8º Curso de Curta Duração (CCD) “Feminismos Negros e a Luta Antirracista”. A atividade ocorrerá entre os meses de outubro e novembro, às 14h30. O curso é voltado para estudantes, pesquisadores, educadores, gestores públicos, artistas e ativistas e contará com recursos de acessibilidade. Nesta edição, serão abordados aspectos centrais da contribuição de feministas negras para a luta antirracista, com foco nas abordagens e contextos das Américas.

Para realizar a pré-inscrição, clique aqui. 

O curso será realizado on-line, devido à pandemia da Covid-19, com a presença de pesquisadoras e ativistas de referência no campo, possibilitando a contribuição de docentes e pesquisadores da UFSC e de diversas universidades brasileiras, assim como a participação de militantes e artistas desse campo em diferentes regiões do país. Serão realizados 6 encontros síncronos e disponibilizados textos para leitura e reflexão.

O curso é composto de atividade síncrona de 15 horas-aulas (6 aulas com duração de 2h30min). A atividade assíncrona 15 horas-aulas  para leitura e reflexão, com materiais disponibilizados no moodle (textos, vídeos, áudios). Nesta edição, a homenageada é Antonieta de Barros, escritora, jornalista, professora e primeira deputada estadual mulher e negra do Brasil. Nascida em 1901 em Florianópolis, dedicou sua vida à luta antirracista.

Confira outras programações do Instituto de Estudos de Gênero da UFSC. 

SERVIÇO
Início: 02/10/2020
Datas das aulas: 02, 09, 16, 23 de outubro e 13 e 20 de novembro
Horário: 14h30
Local: Canal do IEG no YouTube
Clique aqui para realizar a pré-inscrição. 




Portal de jornalismo especializado em gênero, feminismos e direitos humanos.
Veja a coluna da Portal Catarinas