Foto: Ana Claudia Araujo/Catarinas

Usuários reagem contra aumento da passagem de ônibus

Postado em 16/01/2018, 9:31

Em dezenas de cidades brasileiras, estudantes e usuários do transporte coletivo tomam as ruas na Semana Nacional de Lutas Contra os Aumentos do Transporte Coletivo e Pela Tarifa Zero. A campanha proposta pelo Movimento Passe Livre em todo o país denuncia os reajustes das tarifas dos ônibus operados pelas administrações municipais. Em Florianópolis, a passagem subiu 7,39%, chegando a R$ 4,20 nos pagamentos em dinheiro nas catracas.

O reajuste na capital catarinense foi anunciado pelo prefeito Gean Loureiro no final de dezembro, entre o Natal e o Ano Novo, e entrou em vigor no dia 7 de janeiro. Os usuários que utilizam o cartão do sistema Consórcio Fênix, representante das empresas que exploram a concessão, viram o preço da passagem passar de R$ 3,70 para R$ 3,98. Os pagantes em dinheiro passaram a desembolsar R$ 4,20, R$ 0,30 a mais do que no ano passado. Os trajetos dos ônibus executivos também subiram para R$ 7,00 (trechos curtos) e R$ 9,00 (trechos longos).

Em resposta, estudantes e usuários ocuparam as ruas centrais da cidade nesta segunda, dia 15, desde das 17h, horário em que iniciaram a concentração em frente ao Terminal Integrado do Centro. Nas palavras de ordem, alertaram a população para o reajuste, considerado abusivo, e cobraram a implantação do passe livre estudantil. Também denunciaram a má qualidade do serviço, os compromissos de campanha não assumidos pela gestão Gean Loureiro em relação às melhorias do sistema e os altos lucros das empresas do Consórcio Fênix.

Veja a transmissão ao vivo direto da manifestação pela plataforma Facebook 

Nesta terça, o Movimento Passe Livre e a Frente de Luta pelo Transporte promovem reunião aberta para avaliar o primeiro ato da Semana Nacional de Lutas Contra os Aumentos do Transporte Coletivo e Pela Tarifa Zero em Florianópolis e organizar as próximas ações da campanha.

Tags: ,