Encerramos o terceiro e último episódio de FÉministas: evangélicas por um futuro democrático e amoroso, terceira temporada do podcast Narrando Utopias, falando sobre a teologia pensada a partir das experiências de vida de pessoas LGBTQIA+ cristãs. 

Em Teologia queer: construir caminhos para vida a reverenda Alexya Salvador e o casal de evangélicas Elis Lages e Anicely Santos compartilham seus processos de descoberta da própria identidade e sexualidade, a relação com a igreja e as interpretações da Bíblia que aprenderam a fazer, livres de visões condenatórias. 

Elas também contam o que tem feito para construir caminhos reconciliatórios entre o cristianismo e a diversidade sexual e de gênero que vivenciam, visto que a trajetória de pessoas LGBTQIA+ nos espaços de fé cristã ainda está muito associada ao pecado. Uma não aceitação que se revela cruel em diversos níveis. 

O risco de suicídio para os adolescentes homossexuais, por exemplo, é três vezes maior do que para os heterossexuais. Para os transgêneros é cinco vezes maior, segundo a pesquisa  “Estimando o risco de tentativa de suicídio entre jovens menores de idade por razões sexuais”, publicada em 2018. 

Diante desse cenário, convidamos para o quadro “Revendo as Escrituras” a reverenda Ana Ester, teóloga lésbica conhecida por sua defesa das pautas  LGBTQIA+ no meio evangélico. Ela comenta sobre Sodoma e Gomorra, famoso trecho bíblico usado para disseminar preconceito contra pessoas dessa comunidade, e destaca o quanto a interpretação desses textos mudou para condenar pessoas que desviavam da norma. 

​”Quando você reproduz, usando textos bíblicos dizendo LGBTQIA+ são pessoas abomináveis, você não está cumprindo o ensinamento maior de Jesus que foi amar a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a ti mesmo”, enfatiza a reverenda Alexya. 

Assim como nas temporadas anteriores, o objetivo do Narrando Utopias é esperançar, unir-se com outras pessoas para ajudar a construir no presente o futuro ético e justo que sonhamos para todas, todes e todos. Desta vez, ouvindo mulheres que estão na disputa por novas possibilidades de espiritualidade e que atuam pela construção de um futuro com base no bem viver, na soberania popular e no Estado Democrático de Direitos.

A nova temporada faz parte do projeto Narremos a Utopia, uma iniciativa do Inspiratorio.org para imaginar futuros feministas, interseccionais e inspiradores.

CONFIRA A AUDIODESCRIÇÃO DO EPISÓDIO:

Assine nossa newsletter e receba semanalmente conteúdos sobre jornalismo feminista

Portal Catarinas

Portal de jornalismo especializado em gênero, feminismos e direitos humanos.

Últimas