feminicídio-documentario
Filme da Mera Semelhança Produções, com apoio do Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc.

Feminicídio _ Minha Liberdade é Minha Mãe

Postado em 05/04/2021, 14:14

Documentário que aborda o ponto de vista de uma jovem órfã de um feminicídio tem estreia online.

Perder a mãe é uma coisa horrível. Perder a mãe vítima de um crime bárbaro é ainda mais terrível. E quando o autor do crime é seu próprio pai, o homem que parecia amar a família mais do que tudo?

“Feminicídio_ Minha Liberdade é Minha Mãe” é um documentário em 28 minutos que apresenta o testemunho e a subjetividade da jovem Larissa, de São João do Meriti, baixada fluminense, que viu o relacionamento de seus pais, que considerava romântico e aparentemente perfeito, virar um “filme de terror”. A obra é produzida por Leda Stopazzolli e dirigida por Sara Stopazzolli, irmãs que possuem proximidade com a temática desde 2017, quando realizaram o documentário “Legítima Defesa”, sobre mulheres que mataram seus maridos para garantir a própria sobrevivência.

Nessa nova produção, as irmãs apresentam a história de Valdicea, mãe de Larissa, que em 2017 foi morta pelo homem com quem era casada há 20 anos. Ele confessou o crime e foi preso. Desde então, Larissa se viu órfã, sem as duas pessoas que mais amava no mundo, e mesmo dilacerada precisou cuidar de seu irmão mais novo. Reconstruir-se depois disso tudo não tem sido tarefa fácil.

Para lidar com o luto, Larissa procura honrar a memória da mãe e viver os desejos de liberdade que Valdicea aspirava quando foi brutalmente assassinada. Assim, sente-se mais perto de sua mãe.

Infelizmente o caso de Larissa não é exceção. Segundo projeção do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o crime de feminicídio deixa cerca de dois mil órfãos por ano no Brasil. Não há no país uma rede de proteção para os filhos e filhas das vítimas, que muitas vezes ficam também sem o pai, autor do crime, que é preso ou comete suicídio.

O documentário “Feminicídio_ Minha Liberdade é Minha Mãe” foi produzido entre janeiro e março de 2021 e integralmente financiado pelo edital Retomada Cultural, da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro com recursos da Lei Aldir Blanc.

O filme será lançado dia 12 de Abril de 2021, às 20h, em plataforma digital gratuita, seguido de debate com a protagonista do filme, Larissa Paixão, com a diretora Sara Stopazzoli, a produtora Leda Stopazzoli e com a juíza Adriana Ramos de Mello, presidente do Fórum Permanente de Violência Doméstica. Para participar do evento, interessados devem se inscrever pelo email [email protected]

Sobre a diretora
Sara Stopazzoli é jornalista, pesquisadora, roteirista e documentarista. Parte dos seus trabalhos são focados no tema da violência contra a mulher. É criadora, pesquisadora e roteirista do documentário “Legítima Defesa” (2017), sobre mulheres que mataram seus companheiros em legítima defesa, e autora do livro de não-ficção “Elas em Legítima Defesa: Elas sobreviveram para contar”, lançado em 2020 pela Editora DarkSide. Assina o roteiro e a direção do curta
documental “Escola de Homens” (Mov.Doc e Uol Play), sobre um grupo reflexivo de homens denunciados pela Lei Maria da Penha, e do podcast “Luneta do Crime”, onde conta casos de feminicídios ocorridos recentemente no Brasil.

Serviço
Estreia online 12/04/2021
Horario: 20h
Inscrição: email para [email protected]

Ficha Técnica

  • Roteiro e Direção: Sara Stopazzolli @sara.stopa
  • Produção Executiva: Leda Stopazzolli @ledastopa
  • Consultoria de Roteiro: Rita Piffer @ritapiffer
  • Direção de Fotografia: Mari Bley @mari_bley
  • Montagem: Célia Freitas @celia.freitas.edt
  • Trilha Sonora Original: Flavia Tygel @flaviatygel
  • Som Direto: Raquel Lázaro @raquel.lazaro
  • Assistencia de Camera e Still: Laura Campanella @lauracpcs
  • Designer Gráfico: Rodrigo Marquezine @marchezinerodrigo
  • Colorista: Tomás Magariños @tomasmaga
  • Design de som e Mixagem: Olivia Hernandez @olivia_hernandez_som

Tags: , ,



Portal de jornalismo especializado em gênero, feminismos e direitos humanos.
Veja a coluna da Portal Catarinas