Descrição da imagem: Fotomontagem com fundo na cor azul e sistema de escrita braille. Os rostos de quatro mulheres com deficiência estão dispostos em uma composição, sendo uma mulher negra e três mulheres brancas. Ao redor do rosto delas há o símbolo do feminismo negro, o símbolo do aleitamento materno e o símbolo internacional de acessibilidade. Também há dois corações e asteriscos completando a composição. Na parte de baixo da imagem está escrito: Mães: o pessoal e o político. Cuidar do Futuro. Episódio 2.
Arte: Maria Augusta Scopel Bohner. Descrição da imagem: Fotomontagem com fundo na cor azul e sistema de escrita braille. Os rostos de quatro mulheres com deficiência estão dispostos em uma composição, sendo uma mulher negra e três mulheres brancas. Ao redor do rosto delas há o símbolo do feminismo negro, o símbolo do aleitamento materno e o símbolo internacional de acessibilidade. Também há dois corações e asteriscos completando a composição. Na parte de baixo da imagem está escrito: Mães: o pessoal e o político. Cuidar do Futuro. Episódio 2.

Segundo episódio do podcast “Cuidar do Futuro” debate sobrecarga do trabalho materno

Postado em 12/04/2022, 12:00

Em “Mães: o pessoal é político” entrevistadas falam sobre maternidade, deficiência e como foram afetadas por políticas de cuidado centradas na família

Está no ar o segundo episódio do “Cuidar do Futuro”, nova temporada do podcast “Narrando Utopias”. Em “Mães: o pessoal é político”, Fernanda Vicari, Laureane Lima Costa, Mariana Rosa e Vitória Bernardes, todas mulheres com deficiência, narram como a figura materna aparece como a principal responsável pela sustentabilidade de suas vidas e a relação que isso tem com a sobrecarga de trabalho doméstico e de cuidados das mulheres.

“Eu passei a vivenciar a deficiência em decorrência de uma arma de fogo, uma bala perdida, aos 16 anos de idade, onde eu passei a precisar de cuidado também, né, para a continuidade da minha vida. E vivenciei muito isso, da questão da minha mãe, que era mãe solo. Então quando acontece isso, quem é que ia cuidar de mim? Só podia ser ela”, conta Vitória. 

Além disso, Mariana e Vitória compartilham suas próprias experiências como mães, sob a perspectiva de uma sociedade pouco acolhedora com mães com deficiência. Inúmeros debates são levantados a partir desse maternar, como a falta de políticas públicas menos familistas e a urgência de uma rede de apoio que compartilhe o cuidado. Pontos também endossados por Fernanda e Laureane. 

“Porque se a gente pensar: quem são as pessoas hoje que desempenham o cuidado no Brasil? O não remunerado, são as mulheres no geral. O cuidado que é mal remunerado são mulheres pobres e negras que realizam”, destaca Laureane. 

O podcast “Cuidar do Futuro” é uma iniciativa de Puentes, com cinco episódios para imaginar um futuro feminista, interseccional e inspirador. A realização é do Portal Catarinas em parceria com o Prosa, grupo de pesquisa da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com consultoria do Coletivo Feminista Helen Keller. 

No terceiro episódio, “Autonomia e Interdependência”, as entrevistadas contam como esses dois conceitos estão intimamente ligados à possibilidade de acesso a áreas como saúde e educação e ao direito de serem protagonistas da própria existência. 

Confira o primeiro episódio, clicando aqui.

Esta temporada é fruto do “Mulheres Semeando Vida”, podcast lançado em agosto do ano passado com histórias de luta compartilhadas por mulheres indígenas e camponesas, guardiãs das sementes e das florestas. 

A nova temporada faz parte do projeto Narremos a Utopia, uma iniciativa do Inspiratorio.org para imaginar futuros feministas, interseccionais e inspiradores.

Confira a audiodescrição do episódio

Tags: , , , , ,



Portal de jornalismo especializado em gênero, feminismos e direitos humanos.
Veja a coluna da Portal Catarinas