Coluna da Clarissa Peixoto

Nas paredes

Postado em 28/09/2016, 22:02

as frases
se amontoam nas paredes
como se não soubessem ser ditas

escorrem
inaudíveis
descem pelos rodapés
invisíveis

esperneiam, espalhadas pelo chão
histéricas
tomam a sala, a casa
empilham-se, umas sobre as outras

enchem tudo, saem pela porta
não marcam memórias nem papéis
não dizem adeus