Imagem: Meu Voto Será Feminista

Coluna da Meu Voto Será Feminista

Eleições com Emoção!

Postado em 21/10/2020, 16:15

Quem imaginou uma eleição como a que estamos vivendo? Nela tivemos a aprovação de distribuição proporcional de recursos de campanha entre candidaturas negras e brancas, e iniciativas que reivindicam por uma virada na representação política se multiplicaram. É a primeira eleição que o número de candidaturas autodeclaradas negras é superior ao de brancos e também a primeira em que coligações estão proibidas para as candidaturas à vereança. Já seria muita novidade para uma só eleição, mas não acaba aí. Tudo isso se inaugura em um ano sem precedentes, no meio de uma pandemia que nos desafia a inovar na forma de fazer campanha eleitoral.

Há um dilema nesse contexto. O campo progressista e popular exige de suas futuras representantes, e com razão, muito respeito e cautela em relação ao sair às ruas e conversar com as pessoas. Negacionistas da pandemia, e de sua letalidade, saem às ruas de forma inescrupulosa e, por derradeiro, acabam sendo as candidaturas mais conhecidas. Em contraponto, candidatas feministas têm mais dificuldade de serem conhecidas.

As injustiças sociais que se acentuam durante a pandemia, ficam ainda mais explícitas em tempos eleitorais. O risco de elegermos candidaturas que defendem privilégios e a manutenção de estruturas injustas e violentas é, portanto, ainda maior. 

Sempre bom lembrar que as dimensões trágicas da pandemia resultam de políticas públicas, ou da ausência delas, majoritariamente aprovadas e conduzidas por pessoas que têm poderes conferidos a elas pela maioria da população, pelo voto, mas que nem são impactadas diretamente pelas decisões que elas próprias tomam. 

Impuls.A

O Instituto Update aceitou nosso desafio e lançou um tutorial de como fazer campanha de rua em tempos de distanciamento social. Lá é possível encontrar algumas dicas importantes, assim como reflexões sobre como tocar uma campanha eleitoral nesses tempos.

Mosaico 2020

E você já conferiu nosso mosaico? Lá no nosso site você vai encontrar uma diversidade de candidaturas feministas que estão concorrendo nessas eleições e estão dispostas a ocupar as câmaras e prefeituras. Todas elas se comprometeram com a nossa agenda feminista. O mosaico é atualizado a cada semana e você pode conhecer, compartilhar e chamar mais mulheres para o mosaico.

Criatividade

Eleições municipais são próximas, são nossas. É bem provável que a candidata feminista que você admira e que deseja votar, esteja precisando da sua ajuda para se eleger. Toda ajuda. Tem muita gente inovando na forma de fazer campanha em tempos de pandemia, mantendo distanciamento social e, ao mesmo tempo ficando pertinho das pessoas. Inovar fazendo coisas simples, nada mirabolante, mas muito importante. Você pode combinar com sua família ou amigas e colocar sua candidata no grupo do zap por um dia, pra ela se apresentar e pra todo mundo mandar perguntas para conhecê-la melhor. Você pode chamar pra uma live nas suas redes ou nos seus grupos fechados, ou até saber por onde ela anda e deixar um pedacinho de bolo. Você pode muito, é só colocar a criatividade pra funcionar e deixar a generosidade fluir. Tome a iniciativa! Você pode falar direto com sua candidata ou se inscrever como AliadA do Meu Voto Será Feminista.

Guia Mulheres na Política

Na última terça-feira (20) o Tribunal Superior Eleitoral fará o lançamento do Guia Mulheres na Política, desenvolvido em parceria com o Instagram. A transmissão ao vivo poderá ser acompanhada pelos canais do TSE no Youtube , Facebook, Twitter e Instagram, naturalmente. A mediação será feita pelo presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso e contará com a participação de Camila Pitanga, atriz e embaixadora da ONU Mulheres Brasil; Natália Paiva, head de Políticas Públicas do Instagram na América Latina; Ana Carolina Lourenço, co-fundadora do movimento Mulheres Negras Decidem.

 

 




O Meu Voto Será Feminista é um projeto autogestionado e suprapartidário, criado em 2018 no ecossistema da movimentação PartidA Feminista e que a partir de 2019 ganha vida própria. As co-criadoras e gestoras do projeto – Bia Paes, Carol Vergolino, Daiane Dultra e Juliana Romão – estão sediadas em Recife/PE e comandam de lá o movimento nacional, potencializando o Nordeste na luta por mais mulheres no poder.
Veja a coluna da Meu Voto Será Feminista