Foto: El País

Violência na Catalunha e marcha da diversidade uruguaia no podcast “Nunca En Domingo” 66

Postado em 05/10/2017, 10:43

A violência policial do estado espanhol contra os catalães que participavam do plebiscito sobre a independência da região mais rica da Espanha é pauta do programa “Nunca en Domingo” desta semana. O conflito, que terminou com mais de 800 pessoas feridas, também deixou evidente a opressão contra as mulheres.  A Rede Internacional de Jornalistas com Visão de Género denunciou violações sexuais contra mulheres nos confrontos entre os grupos nacionalistas e o Estado, ambos conservadores. “Não é que a violência do estado contra as mulheres seja pior, mas mostra a natureza patriarcal, uma violência que defende a pátria e o patriarcado”.

Também nesta edição, a campanha #MaríaNoSeVa, em apoio a uma uruguaia (o pseudônimo Maria foi usado para proteger a privaciade da vítima) que fugiu de um relacionamento abusivo na Espanha com sua filha. O ex-companheiro, acusado de violência contra Maria e violação sexual contra a criança, requer na Justiça a repatriação  da filha.

A Marcha da Diversidade uruguaia que aconteceu em Montevidéu, no dia 29 de setembro, na cobertura do coletivo Catalejo:

 

Clique e ouça

E mais:

– Resistencia indígena na europa e na América Latina;

Luta antimanicomial.

E outros temas.

A trilha da edição 66 é a interpretação de Clarice Falcão para a música Survivor (Destiny’s Child).

 

:: Leia também:: Catarinas passa a reproduzir programa de rádio uruguaio “Nunca en domingo”

:: Acesse outros podcasts ::

Tags: , , ,