Ação cultural busca questionar crescimento desordenado da cidade e abandono dos imóveis públicos

TOMADA “Mulheres de Luta” ocupa as ruas em protesto à lógica do consumo

Postado em 24/03/2017, 10:45

Nesta terça, 04 de abril, acontece a 6ª edição da TOMADA, das 17h às 22h, no Largo da Alfândega, em Florianópolis. Organizada pelos coletivos Ocupa Obarco e ETC, a atividade cultural que tem como tema “Mulheres de Luta” busca na rua um espaço de encontro, ocupação e mobilização social. Entre as atrações estão apresentações musicais, exibições de filmes e ações de protesto à lógica de consumo, como a anti-loja e a operação resgate.

Com o aproveitamento de alimentos bons para consumo, coletados no descarte de sacolões, a Operação Resgate vai oferecer uma refeição a preço livre. Com a ideia de “pegue o que quiser, pague quanto puder”, na anti-Loja, o público é quem dita o valor de cada roupa usada.

imagem

Foto: Arquivo ETC

O abandono, percebido como um material rico com potencial de transformação e reaproveitamento, é a base para as ações do evento. “Ocupamos os espaços públicos em horário não comercial, subvertendo a ideia de cidade como playground do capital que se esvazia ao fim do dia”, afirmam integrantes dos coletivos.

Durante a TOMADA, a Jam Palco Aberto vai dispor de instrumentos e microfones abertos para “intervenções e alucinações político-sonoras”. Mulheres cantoras, MC’s, compositoras, musicistas, percussionistas da cidade são convidadas especiais da ação.

Às 20h, inicia o CineMeioFio, com a exibição de três curtas-doc: ‘Mulheres da Terra’, de Márcia Paraíso, ‘Antonieta’, de Flávia Person, e a ‘Vida Que Não Cabe’ de Baruc Carvalho Martins. A exibição é seguida de um debate sobre mulheres no mercado de trabalho, com mediação de Gabi Zabeu do Ocupa OBarco.

“O projeto do CineMeioFio concebido pelo do ETC surgiu como ideia de produzir um ruído político na rua e de tornar público e gratuito algo que vem se elitizando, como as salas de cinema dos shoppings centers – substitutas dos espaços de convivência social”, explicam.

Para finalizar a ocupação temporária acontece uma roda de coco. Um espaço aberto para todxs brincantes que quiserem cantar, dançar e batucar o ritmo afro-brasileiro originário da região nordeste do país.

Foto: arquivo ETC

Foto: arquivo ETC

A TOMADA é um evento sem fins lucrativos organizado de forma independente através de autogestão. “Pelo encontro entre os coletivos -ETC e Ocupa Obarco- a iniciativa também busca questionar os imóveis públicos que se encontram sem o uso social pelo estado – para não dizer ABANDONADOS. Tomar nosso espaço, retomar direitos, transformar tudo, tomemos!”.

 

Programação completa:
17h-20h – Anti-loja de roupas à preço livre
18h-20h – Jam Palco Aberto: instrumentos e microfone abertos para intervenções e alucinações político-sonoras
18h30-21h – Operação Resgate: rango de alimentos reciclados a preço livre
20h-22h – CineMeioFio + Roda de conversa sobre “Mulheres no mercado de trabalho”
22h-00h – Roda de coco

Serviço:
O QUE É: TOMADA // Mulheres de Luta
QUANDO: Terça-feira, 28 de março
ONDE: Largo da Alfândega, centro – Florianópolis/SC
QUANTO: Gratuito
Mais informações no evento: https://www.facebook.com/events/225209081279383/?active_tab=about

 

*Atualizada em 04 de abril