Um show do cantor Biel, conhecido por seus posicionamentos preconceituosos e machistas, gerou reação de mulheres em Balneário Camboriú

Mulheres do Vale do Itajaí protestam contra show do cantor Biel

Postado em 23/09/2016, 11:56

Um show do cantor Biel, conhecido por seus posicionamentos preconceituosos e machistas, gerou reação de mulheres em Balneário Camboriú e região. Jovens e clientes criticam a escolha da casa que contratou o funkeiro infanto-juvenil para uma apresentação neste final-de-semana. Em mobilização pela internet, mulheres da região publicaram nota de repúdio e postaram fotos nos seus perfis pessoais do Facebook com a hashtag “Não apoio show machista”.

show_machistaApós tuítes como “Mulher quando anda decotada mostrando tudo pra todo mundo não merece respeito na minha opinião”, o cantor de 21 anos teve diversos shows cancelados pelo país e chegou a anunciar uma pausa na carreira. A sua assessoria de imprensa classificou os posicionamentos como “imaturidade de um garoto de 15 anos”. “A casa de shows deveria respeitar as mulheres frequentadoras, já que são a maior parte de seu público, e não ser conivente com um artista que se envolveu em tantos casos de machismo e preconceitos recentemente”, afirmou a estudante Sofia Koll.

show_respostaCríticas postadas na página da casa de shows no Facebook teriam sido vetadas. A uma das ativistas, o gerente de divulgação da casa classificou os episódios protagonizados pelo cantor como “filosofia de vida”. Uma nota de repúdio, que teve apoio da organização local Coletiva de Mulheres do Vale do Itajaí (COMVI) e pelo menos uma centena de compartilhamentos, denuncia ainda outras políticas machistas do estabelecimento, como lista free pra mulheres e preço diferenciado. “Vejo como uma forma de objetificação da mulher, porque a lógica utilizada é ‘se tem mais mulheres já que o preço é baixo, mais homens virão'”, observa Sofia.

Desde a quinta-feira (22), véspera da data agendada para o show, perfis pessoais reproduzem fotos criativas e mensagens que levam a hashtag #NãoApoioShowMachista. “Com inteligência show_tutoriale empatia podemos entender que é fundamental que atitudes que eram naturais até alguns anos atrás sejam sim apontadas e rejeitadas pela sociedade. Diante do contexto atual e das consequências que o machismo, o racismo e a homofobia trazem para o Brasil, ser conivente com o discurso aberto de ódio de um artista, e ainda por cima silenciar as pessoas que buscam explicações, é inaceitável”, dizem os posts.

A reportagem contatou a casa de shows para comentar a ação por meio dos telefones disponibilizados no site, mas não recebeu resposta até o final da manhã desta sexta-feira.

 

*Atualizada às 13h43min