JULHO

– Proposta pretende conferir à autoridade policial atribuições para a concessão de medidas protetivas de urgência. Organizações feministas reagem.

– CATARINAS lança portal de notícias com pauta voltada à abordagem de gênero, feminismos e direitos humanos.

– Paquistão decide revisar leis contra ‘crimes de honra’ e estupro depois do assassinato de Qandell Baloch pelo irmão, Wasseem Baloch. A youtuber era uma celebridade no país e foi estrangulada por que o irmão considerava que a sua projeção trazia desonra à família.

SC – Marcha da Negritude Catarinense marca a resistência da cultura negra na capital.

– Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil anuncia que advogados e advogadas travestis e transexuais poderão usar seus nomes sociais no âmbito da entidade.

– Canadá considera a introdução de cédulas identidade com gênero neutro.