Encontro ocorre neste sábado (8), em Florianópolis/Foto: divulgação

Empoderamento pelo prazer sexual feminino em debate neste sábado, em Florianópolis

Postado em 07/04/2017, 16:20

 

As mulheres buscam o empoderamento por caminhos diversos. Pelos negócios, pela política, pelas artes, pelos estudos. Mas você já pensou que o caminho para dar poder a si própria pode ser por meio do prazer sexual feminino? É justamente essa a provocação feita pela feminista Mariana Stock, idealizadora do projeto PrazerElas, que propõe uma troca de experiência entre mulheres sobre como conhecer mais o seu próprio corpo.

Mariana falará sobre o assunto neste sábado (8), em Florianópolis. Será a terceira vez que ela oferecerá a “Oficina de Empoderamento do Prazer para Mulheres”, que já passou por Curitiba e São Paulo. Ela diz acreditar que “a sexualidade e o potencial erógeno do corpo é um caminho para a liberdade e autonomia da mulher”. Nas rodas de conversas, as participantes serão instigadas a responder o que dá prazer a elas. A pergunta pode parecer simples, mas nem todas dominam, provoca Mariana. Segundo ela, as mulheres foram educadas para não sentir prazer, assumir papeis de mãe, filhas e esposas – esquecendo da essência mais genuína.

Mariana conta que a decisão de romper com o padrão tradicional de vida que levava, voltada ao consumo, surgiu depois de uma viagem a Santiago. “Percebi que estava desconectada do meu corpo, dos meus ciclos, das minhas verdades que só poderiam ser ouvidas quando silenciasse. Estava movida pelos barulhos externos, incapaz de perceber que havia uma mulher gritando aqui dentro. O que essa mulher queria? Reconexão com os prazeres mais simples. Prazer de viver e especialmente o prazer de ter corpo, um corpo de mulher.”

Ela trabalhou por dez anos em uma empresa de produtos cosméticos e largou a posição bem sucedida que ocupava para se reconectar com ela mesma.  Aposta acertada, conta. “Mergulhei no meu vazio, procurei me desidentificar dos meus papéis e me reconectar com os meus sonhos, paixões e também traumas. Muita terapia e um belo mergulho existencial. Me deparei com questionamentos duros a respeito da sociedade em que vivemos, toda formatada pelos modelos de sucesso baseados no consumo e pouco conectada com os sonhos de cada indivíduo. Uma das partes mais importantes dessa imersão nas minhas reflexões foi entrar em contato com o meu feminino, com o meu lado mulher que andava meio endurecido.”

Assim, Mariana diz que percebeu não ser a única mulher com tantos dilemas. “Estudei os fatores sociais que nos levaram a uma sociedade machista que não estimula a mulher a ser protagonista da própria vida. Convém para esta sociedade ter mulheres inseguras, dependentes, crentes de que são o sexo frágil.” Para ela, o ideal é uma “sociedade em que a igualdade de gênero seja uma realidade”. “E é para isso que eu quero trabalhar daqui pra frente, empoderando mulheres pelo caminho do prazer e do auto-amor.  Acredito que existem diversos caminhos para empoderar mulheres, especialmente nos momentos de maior vulnerabilidade.” Mariana está prestes a se formar em psicanálise e terapia tântrica.

Para saber sobre o projeto e a oficina, acesse PrazerElas no Facebook e Instagram.

SERVIÇO
Oficina de Empoderamento do Prazer para Mulheres
Quando: 8h
Horário: 9h às 12h
Local: Café dos Deuses – Rua Jerônimo Coelho, 95 – Centro, Florianópolis/SC
Valor: R$65
Mais informações: marianastock@gmail.com

Tags: ,